Jorge Nakaguma recebe Prêmio Kiyoshi Yamamoto

Caio Shiomi - APC | Agência 02/12/2011, às 15:04:33

Ver álbum de Fotos

Indicado por diversas entidades, Nakaguma é homenageado no Bunkyo em São Paulo pelo seu trabalho de seleção e o melhoramento genético do gado nelore

 

Caio Shiomi - APC | Agência

 

Indicado pela Associação Cultural Nipo-brasileira de Guaraçai e pelo Sindicato Rural de Guaraçaí, Jorge Nakaguma recebeu na noite de sexta-feira, dia 25, o Prêmio Kiyoshi Yamamoto, na Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social, Bunkyo em São Paulo.

Shoji Korin e Antonio Aparecido Suttini respectivamente diretores das entidades indicaram Nakaguma pelo seu trabalho de seleção e o melhoramento genético do Nelore, gado que exerceu um papel de vital importância e decisiva na economia, no agronegócio e consequentemente no desenvolvimento social da nossa região.

A iniciativa da homenagem foi avalizada e recomendada pelo Sindicato Rural de Andradina, pela Associação dos Produtores de Abacaxi do Município de Guaraçai, pela Associação Assistencial Cultura e Esportiva de Andradina, pela Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Formosa e pela Federação das Associações Culturais Nipo- Brasileira da Noroeste.

Nakaguma é a sexta personalidade da região noroeste do Estado de São Paulo que foi homenageada com o Prêmio Kiyoshi Yamamoto que está na sua 41ª edição. E, como indicado na sua área de atividade, a agropecuária, foi o segundo, sendo precedido por Hiroshi Yoshio, de Presidente Prudente, em 1974.

Jorge Nakaguma foi escolhido pela Comissão Julgadora pelo seu criterioso direcionado para o aprimoramento do Nelore e pela sua busca através da técnica da Fertilização In Vitro  Fiv do resgate da característica de pureza racial do Nelore que tem sido perdida ao longo dos anos pela procura de se produzir animais com tamanho e peso muito acima dos parâmetros da raça. Jorge recebeu o prêmio das mãos da Consulesa, esposa do Cônsul Geral do Japão no Brasil, Kazuaki Obe.

 

O Prêmio

 

O Prêmio Kiyoshi Yamamoto foi instituído pela Associação Brasileira de Estudo de Técnicas Agrícolas  ABETA, em 1965, em deferência ao fundador da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social e Doutor em agricultura. O prêmio é uma homenagem a personalidades selecionadas e indicadas pela comunidade local, para aqueles que contribuíram efetivamente para o desenvolvimento das atividades agrárias em nosso país. Em especial, a Comissão organizadora julga as indicações baseando-se na contribuição do indicado para com o melhoramento de variedades de produtos agrícolas, pelo mérito em áreas de especialidades agrícolas, por exemplo, inovação tecnológica, e importante contribuição social, educacional e cultural em todas as áreas agrícolas. Nessa sua 41ª edição três representantes de diferentes estados brasileiros: Jorge Nakaguma, de Andradina (SP), Taihei Korogi, de Monte Carmelo (MG) e Sukesada Takehara, de Naviraí (MS).